Santo António situa-se no interior da baía com o mesmo nome, bastante fechada e penetrando de maneira incisiva pelo interior do território. Partindo da capital para Noroeste o destino certo é a Roça Sundy, que irá encontrar tal como a deixou o último proprietário, desde a casa do administrador às residências dos trabalhadores, passando pelo hospital e as instalações dos capatazes. O tempo e as circunstâncias fizeram desta roça um museu realista de uma época que marcou a História dos territórios que formam hoje a República Democrática de São Tomé e Príncipe. Reza ainda a História que foi também aqui, na Roça Sundy, que o cientista britânico Arthur Eddington comprovou a teoria da relatividade de Einstein. Deslocou-se expressamente ao Príncipe para observar o eclipse total do Sol de 29 de Maio de 1919 e fotografar o movimento das estrelas adjacentes (só possível em situação de eclipse, devido à penumbra criada). Com os dados elaborou os cálculos que lhe permitiram confirmar a teoria de Einstein, validados pelo próprio.

roça sundy

A atividade que subsiste na Roça Sundy permite ao visitante usufruir da oportunidade única de observar tarefas como a de ralar coco ou quebrar o cacau. Prosseguindo a deslocação um pouco mais para Norte, a Ponta do Sol oferece um ocaso de cortar a respiração, capaz de nos tocar até ao fundo da alma.

roça sundy 1